O QUE FAZEMOS

As Beneditinas são chamadas para viver com equilíbrio. Dedicam um período do seu tempo ao trabalho, outro à oração e leitura orante.

Segundo S. Bento, todas as coisas – alimentar-se, beber, dormir, ler, trabalhar e rezar – devem ser realizados com moderação, para que em tudo Deus seja glorificado (RB 57:9).

O amor de Cristo nos impele

 

para participar do serviço missionário da Igreja
para levar a Boa Nova Salvação a todos os setores da humanidade.
Aberto a todo tipo de atividade condizente
com nossa vida comunitária beneditina e a oração,
nos engajamos em diversas formas de apostolado
de acordo com as necessidades do tempo e do lugar.
Evangelizamos como uma comunidade e geralmente prestamos nossos serviços
através de um apostolado comum

 

Para que Deus seja em tudo glorificado!

A caracteristica fundamental do nosso modo de vida é a busca de Deus em comunidade sob Regra e uma Superiora.

S. Bento idealiazou como ideal, uma vida de equilibrio entre oração e trabalho. Os monges passariam um bom tempo em oração para descobrir porque estão trabalhando, e passariam outro tempo trabalhando para garantir boa ordem e harmonia no mosteiro.

– ORA et LABORA

As beneditinas não devem se deixar consumir pelo trabalho, nem passar todo seu tempo em oração ao ponto de negligenciar as responsabilidades. Segundo S. Bento, todas as coisas – comer, beber, dormir, ler, trabalhar e rezar – devem ser feitas com moderação.

O modo de vida Beneditina. O primeiro passo para seguir o “Modo de vida Beneditinad” é concentrar-se na primeira palavra da Regra: Escuta! Aqui nosso Santo Pai Bento quer chamar nossa atenção para a estrutura que ele estabelece para nos ensinar a seguir a Cristo em comunidade.

Para Bento, um caminho espiritual não devia ser repleto de práticas estranhas e incomuns, pelo contrário, é necessário ser fiel à busca de Deus nas circunstâncias comuns de cada dia.  A Regra ensina a como se preparar para este modo de vida simples que necessariamente não é tão fácil.

O amor de Cristo nos impele

 

para compartilhar a Palavra
ensinar e orientar no Caminho da Verdade, dedicamo-nos à educação para que aqueles que são confiados aos nossos cuidados desenvolvam ao máximo seu potencial como cidadãos responsáveis

 

para a maior honra e glória de Deus.

Desde o início, as missionárias se dedicaram à educação, especialmente de crianças e jovens. Aonde quer que chegaram, logo escolas foram abertas. Assim, muitos tipos de escolas surgiram em nossa história: jardins de infância, escolas primárias e secundárias, faculdade em Olinda, conservatório de música em Manila.

Só nas Filipinas, nossas irmãs dirigem 11 escolas com quase 20.000 alunos.
Além disso, há treinamento específico, nas áreas de economia doméstica e costura, especialmente na África; escolas para deficientes, escolas de enfermagem e escolas bíblicas. Ainda cursos diversos oferecem suporte de vida às pessoas com necessidades específicas.

The love of Christ impels us

 

Para ver Jesus presente, especialmente
nos doentes, fracos, idosos e solitários a fim de proporcionar-lhes através de nossa assistência a cura, aliviando seus sofrimentos e renovando
a esperança e a paz.

Para que Deus seja em tudo glorificado!

O maior desejo de Cristo é a cura total das pessoas. Ao enviar seus discípulos ele recomendou não só proclamar a Boa Nova, mas também “curar os doentes”. Assim, em todo o mundo se desenvolveram as chamadas “obras de misericórdia”, tais como sanatórios, leprosários, lares para deficientes mentais e físicos, clínicas especializadas, casa de repouso e casas para cuidados paliativos, a fim de ajudar doentes e moribundos.

 

Neste campo, as irmãs têm estado na vanguarda. Médicas, farmacêuticas, técnicas de enfermagem e inúmeras enfermeiras encontraram-se nesta atividade em seu caminho na nossa Congregação. elas servem em grandes e pequenos hospitais nas cidades e nas periferias, até em áreas remotas. Muito poderia ser dito aqui sobre seus heroicos esforços.

O amor de Cristo nos impele

para partilhar nossa jornada de fé,
para evangelizar e instruir os outros
em sua jornada de fé,
ter um coração e uma mente abertos
para o diálogo com as pessoas em suas preocupações

 

Para que Deus seja em tudo glorificado!

O amor de Cristo nos impele a levar a Boa Nova de Jesus Cristo a todas as pessoas.
Esta é a nossa mais nobre tarefa e um anseio de cada missionária. O núcleo do anúncio é “Deus te ama”.

O amor de Deus é anunciado por palavras e obras a todos os homens, até os confins da terra, mas antes de tudo pelo nosso testemunho. Onde as Irmãs vivem e trabalham, quer em Paróquias, em Comunidades de Base, Hospitais e Escolas, quer na Pastoral Militar, nas Prisões e nas Favelas, quer nas capitais e nas cidades do interior, elas anunciam a Palavra de Deus. Sua mensagem dirige a todas as pessoas, jovens e velhos, pobres e ricos, sadios e doentes. As Irmãs estão conscientes de que a Boa Nova é para TODOS.

O amor de Cristo nos impele

 

à solidariedade com os pobres e os oprimidos,
com coração aberto às suas necessidades através de projetos úteis,
para dar força e esperança, para despertar o sentido de justiça e responsabilidade comunitária em nossos ambientes

 

Para que Deus seja em tudo glorificado.

Os menos favorecidos pela vida, os explorados pela situação mundial, as vítimas da globalização e os marginalizados – os POBRES – são o público-alvo dos Centros Sociais que mantemos Opção pelos Pobres é um tema que, há muitos anos, sempre se repete nos nossos Capítulos Gerais. Que ainda podemos fazer? Onde nos engajar mais ainda? Como nós mesmas, podemos viver de forma mais simples? – são perguntas que fazemos a nós mesmas com frequência.

As respostas concretas são dadas pelos Priorados, e dizem respeito às necessidades mais urgentes da população. Assim surgiram ao longo dos anos, as Instituições Sociais, como por exemplo: Lares para Meninos de Rua, Sopa Comunitária, Centros para Imigrantes, Seminários para Agricultores, Escolas para Adultos e Pobres, Cursos Domésticos para mulheres, Cursos Profissionalizantes, Grupos de Terceira Idade, e outros.

O amor de Cristo nos impele

 

para cultivar e testemunhar valores espirituais em centros de espiritualidade,
para participar do serviço missionário da Igreja,
e para fornecer orientações sobre como viver a mensagem dos Evangelhos.

 

Para que Deus seja em tudo glorificad

Natureza da Oração Beneditina:
Benedict diz pouco sobre como rezar.
O coração da oração por
Bento é buscar a Deus e a consciência de Deus em todos os aspectos da vida. Na Regra de Bento, os Capítulos 20 e 52 falam de “reverência na oração”, “pureza de coração” e “lágrimas de compunção”.
Outros temas beneditinos de oração são

-escutar, desejar, rezar com a Escritura através da leitura, meditação e contemplação;
LECTIO DIVINA/ (como praticar)
-consciência, orações curtas e contínuas;
-repitando com o SALMOS;

-discernimento na oração e orações como: “universal, conversante, reflexiva e comunitária”.

cultivar e testemunhar valores espirituais em centros de espiritualidade,
para participar do serviço missionário da Igreja,
e para fornecer orientações para viver a mensagem dos Evangelhos.

Para que Deus seja em tudo glorificado

 

“Correi enquanto tiverdes a luz da vida, para que as trevas da morte não vos envolvam”. (João 12:35)

 

Nossa vida comum encontra expressão na oração e no trabalho em conjunto,
em compartilhar nossos bens, tanto materiais como espirituais
ande em serviço mútuo, apoio e incentivo..

Participamos da missão da Igreja
pelo nosso trabalho de evangelização.
De acordo com a tradição de nossa Congregação,
nos comprometemos a proclamar o
Evangelho entre as pessoas
que não conhecem Cristo e onde Cristo não está
suficientemente conhecido.
Nós servimos onde a igreja está necessitada.

Somos desafiados a despertar o sentido de Deus
em nossa sociedade contemporânea
e para tornar os outros conscientes da salvação integral
do mundo oferecido por Deus em Jesus Cristo.

Nossa vida de oração beneditina é caracterizada
pela Liturgia das Horas em comum e pela lectio divina.
Ela atinge seu ponto  alto na celebração da Eucaristia.

O amor de Cristo nos impele

 

caminhar com humildade e em harmonia com os ritmos da criação,
a reverenciar a vida em todas as suas formas ,
e contribuir para o uso respeitoso e prudente dos recursos
protegendo a saúde do ecossistema.

 

Para que Deus seja em tudo glorificado!

Como Beneditinas, somos chamados a tratar todas as coisas como vasos sagrados do altar. (ver RB 31,10)

Na longa história da vida beneditina, os monges e irmãs muitas vezes transformaram um lugar deserto em paraíso através de cuidados solícitos ao longo dos séculos.

Durante este tempo de crise climática, estamos conscientes da importância de cuidar da vida onde quer que a encontremos, na natureza, nos pobres e marginalizados, e dos recursos que sustentam a vida. O Papa Francisco nos mostra este caminho na sua encíclica Laudato Si.

O amor de Cristo nos impele

 

para louvar a beleza e a bondade de Deus
elevando a multidão de talentos
expresso através das artes plásticas.

 

Para que Deus seja em tudo glorificado!

Todos os dias somos agraciadas com a beleza da natureza que nos rodeia, com a face do outro, com o toque suave do amor de Deus. Não podemos deixar de anunciar e expressar em imagens, esculturas, música,… o que recebemos.

Deus criou o mundo beloe nos convida a sermos cocriadoras. Através da arte esperamos tocar o coração dos outros e abri-los para aEterna Beleza.