O amor de Cristo nos impele a levar
a Boa Nova de Jesus Cristo a todas as pessoas


porque estamos convencidos
de que um morreu por todos;
logo, todos morreram.





Os menos favorecidos pela vida, os explorados pela organização mundial, as vítimas da Globalização e os marginalizados - os POBRES - são o público-alvo dos Centros Sociais que mantemos nos países especialmente atingidos. “Option for the poor” (Opção pelos Pobres) é um tema que sempre se repete, há muitos anos, nos nossos Capítulos Gerais. Que podemos fazer mais? Onde podemos nos engajar mais ainda? Como podemos, nós mesmas, viver de forma mais simples? - são perguntas que nos temos feito com freqüência. As respostas concretas foram dadas pelos respectivos Priorados, e dizem respeito às necessidades mais urgentes da população. Assim surgiram as Instituições Sociais, como por exemplo: Lares para Meninos de Rua, Sopa Comunitária, Centros para Imigrantes, Seminários para Agricultores, Escolas para Adultos e Pobres, Cursos Domésticos para mulheres e Cursos Profissionalizantes, Grupos de Terceira Idade, e outros.